O poder do rótulo


"- Porque é que não compras ovos e embalas com a marca da Quinta?" .... uiiii esta pergunta deixou-me toda arrepiada...
.
Outro dia perguntavam-me quando íamos ter ovos com a nossa marca em quantidade suficiente para enviar nos cabazes. Infelizmente não sei... o nosso projeto para ter muitassss galinhas está em banho maria {Aproveito para comunicar que estamos à procura de alguém com experiência na área e que queira vir trabalhar em parceria connosco na produção dos ovos da Quinta!}
.
Bem, mas voltando ao assunto, foi nesta altura da conversa que alguém sugeriu que comprássemos ovos e embalássemos com a nossa marca. Para mim foi quase um insulto... grrrrrr  "- Alguma vez ???? , alguma vez ia colocar o nosso nome, a nossa marca em algo que não foi produzido por nós? nunca !!!" E não tem a ver com o facto de achar que os nossos produtos são melhores do que os outros, até podiam ser os melhores ovos do mundo, mas se não são produzidos na Quinta não lhes vamos pôr a nossa marca, não os vamos vender com o nosso nome.
É verdade que hoje é normal acontecer, compramos seja onde for, seja o que for e vendemos como sendo nosso. Acho que isso só é possível quando um negócio é apenas um negócio, quando a perspectiva é apenas económica. Quando a marca não é mais do que um rótulo. Colamos o rótulo com a nossa marca e o produto passa a ser nosso.
Talvez exagero mas não surreal a hipótese do mesmo produto ser usado por 50 marcas. Impossível quando o nosso negócio envolve emoções, sentimentos, sonhos, quando tudo o que fazemos fazemos com amor, com dedicação. Seja o resultado excelente ou fique um pouco aquém do que gostaríamos. Quando cada vez que fazemos tentamos fazer melhor, alguma vez podíamos agarrar num rótulo e usa-lo noutro qualquer produto? Nunca!
Como também não vendemos os nossos produtos para que outros os usem como seus, não que não tivéssemos algumas propostas.
.
Sempre que comprar um produto com a marca Quinta do Arneiro sejam ovos, compotas, mel... pode fazê-lo com a certeza que foram produzidos por nós. Sejam eles maravilhosos, bons ou menos bons. Assumimos o resultado, sempre a tentar fazer melhor.

Sem comentários

Enviar um comentário

© A vida de uma alface
Design:Maira Gall.