O valor dos frascos


Para uma empresa:
reciclar é um desafio
eliminar o plástico um quebra cabeças
reutilizar, uma decisão para a qual não imaginamos os custos associados.

Por alguma razão a economia do lucro tornou tudo descartável ou na melhor das hipóteses, reciclável.
A reutilização é um glutão dentro de uma empresa.

Quando os nossos clientes (porque são sempre os clientes que nos "empurram" para fazer melhor), nos começaram a devolver os frascos, ainda fizemos uma tentativa honesta de passar a bola para o fornecedor. Achávamos que talvez tivesse um processo industrial de lavagem de garrafas.
Mas não.

Mesmo sabendo que o vidro é o material mais reciclável e reciclado, para nós não fazia sentido colocar centenas de garrafas de vidro todas iguais no vidrão. A quantidade de recursos usada para reciclar (desfazer para voltar a fazer) é imensa, comparada com a reutilização.
E a decisão foi: vamos passar a lavar todos os frascos e garrafas, esterilizar e voltar a encher.

Já tínhamos algum caminho andado, já tínhamos rótulos nossos amigos. Todos sabemos o trabalhão que dá retirar um rótulo autocolante dum frasco pelo que quando pensámos em rótulos era importante que fossem fáceis de retirar, mas isto foi pensado numa perspectiva de reutilização por parte do cliente.

Claro que hoje, com a quantidade de frascos que recebemos para reutilizar já temos quase uma espécie de estação de tratamento de frascos e garrafas.
Nunca o poderíamos fazer se tivéssemos rótulos autocolantes.
Retirar rótulos, lavar frascos, esterilizar ... ocupa uma pessoa 2 dias por semana.
Fica bem mais oneroso do que comprar frascos novos...
Nunca o poderíamos fazer se os nossos clientes não nos apoiassem nesta decisão.

E mais uma vez aqui se fala do "Valor das Coisas". Quanto vale reutilizar uma garrafa? Quanto custa para a empresa tomar esta decisão? Há quem diga que somos loucos ou que é preciso ter coragem.
Nem uma coisa nem outra.
Sabemos bem os clientes que temos. Sabemos que podemos contar com eles, sabemos que dão valor a decisões como estas. Só mesmo com o suporte dos clientes e dividindo despesas é possível manter decisões que trazem enormes custos acrescidos imediatos mas que ao mesmo tempo trazem enormes lucros para o nosso futuro colectivo.







Sem comentários

Enviar um comentário

© A vida de uma alface
Design:Maira Gall.