Os produtos biológicos também se tratam

 


Consciente de que uma imagem vale mais do que mil palavras e correndo o risco de que pode vir a ser tirada do contexto, continuo a acredito que esclarecer /ensinar/explicar , é a única forma de estar. 

- Mas vais pôr esta imagem?, perguntam-me quase que em pânico. 

-Claro. isto é a realidade, nós também pulverizamos. 

Esta é uma imagem retirada do morangal, cuja produção é feita de acordo com as regras da produção biológica. 

Sim, é verdade. Na agricultura biológica também se fazem pulverizações, a diferença entre a agricultura biológica e a convencional está nos produtos que são utilizados. 

O mesmo acontece com a naturopatia versus medicina convencional, em ambas se tomam comprimidos, a diferença está na composição dos mesmos.

Aqui estamos a aplicar calcio e potássio. o cálcio ajuda a manter a consistência do fruto, o que é extremamente importante quando os frutos passam por uma semana de chuva e frio. 

O cálcio é no fundo a nossa arma para combater as podridões, arma fraquinha quando comparada com os produtos químicos de síntese que são feitos precisamente com esse fim. Os tais "antibióticos" que se usam numa produção convencional. 

 É verdade que tal como na naturopatia também nesta "medicina naturopata de plantas" têm que se usar recursos que permitam evitar a doença 

Sem "antibióticos" ou antiinflamatórios" para ajudar a atacar casos de doença aguda, temos que ir dando boa comidinha às plantas para que se mantenham saudáveis e aguentem as várias agressões que provavelmente vão sofrer ao longo da vida. 

Mas estas podridões causadas por dias consecutivos de chuva e humidade, não se compadecem com boa alimentação. Basta imaginarem o que seria deixar morangos debaixo de água dois ou três dias seguidos ...é usar cálcio e esperar por melhores dias. 

Quando chove muito no verão a probabilidade dos frutos (todos) produzidos em modo biológico apodrecerem é maior. O maior problema é que só se dá pela podridão quando ela aparece, um minuto antes o fruto está com ótimo aspecto. É essa a razão porque não estamos a conseguir escolher os frutos como gostaríamos. 

Bem sabemos que não é a melhor solução, mas não temos coragem de deitar fora toda uma produção sabendo que é muita da fruta vai estar boa para consumo. 

Concordamos que dá trabalho, mas também acreditamos que podemos contar com a vossa ajuda. Os morangos, assim como outras frutas, são escolhidos por nós (acreditem que são mesmo), mas se houver fruta que apodreça entretanto basta que nos digam que creditamos na hora. 

Poderíamos resumir todo este texto dizendo que numa produção em modo biológico o produtor precisa muito da disponibilidade e mesmo da ajuda do seu cliente /consumidor, porque caso contrário os prejuízos podem inviabilizar o negócio. 

PS: e já agora, o Bonchu está com um pano a tapar a cara, não para evitar o produto, mas porque anda sempre assim para evitar ficar bronzeado. 

Sem comentários

Enviar um comentário

© A vida de uma alface
Design:Maira Gall.